Arquivo de julho de 2012

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Musical Wine Glass

Quem nunca tentou fazer uma sinfonia com o barulho dos copos de vidro? Como isto não é assim uma coisa simples de se fazer, estas taças de vinho podem ser um empurrãozinho para você tirar aquele som!

Este modelo de taça foi desenvolvido pela Uncommon Goods e pode tocar algumas notas apenas ao passar do dedo ao longo da borda do copo. O som pode ser controlado através das linhas de ouro sobre o vidro, pois o nível de líquido que cobre determinada linha corresponde à uma nota musical.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

WikiCell

É incontestável que a produção de lixo excessiva seja um dos grandes problemas mundiais. É só imaginar a quantidade de embalagens de produtos que descartamos diariamente. Pensando neste problema é que o professor da Harvard, David Edwards, em colaboração com o designer François Azambourg, desenvolveu um projeto que pode ajudar, e muito, o futuro do planeta.

A dupla criou as Wikicells, que são embalagens desenvolvidas a partir da constituição natural dos alimentos, assim como a natureza faz. Já imaginou a embalagem de um sorvete comestível ou uma embalagem de iogurte totalmente biodegradável, como uma casca de fruta? Pode acreditar!

As Wikicells englobam comidas e bebidas dentro de finas camadas que são inteiramente compostas por partículas de alimentos naturais, mantidas unidas por íons nutritivos. Essas finas camadas ainda são protegidas por cascas mais duras que são, também, completamente comestíveis (como cascas de maçãs) ou biodegradáveis (como cascas de bananas).

A ideia é ainda apenas um projeto, mas tem tudo para ser um sucesso já que algumas amostras de embalagens de sorvete serão comercializadas na loja do laboratório em Paris ainda este ano.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Um caixa eletrônico eco-friendly

De um caixa eletrônico não esperamos mais do que segurança, mas e se este ainda for favorável ao meio ambiente? Melhor ainda né! Foi pensando nisso que a Edra, empresa brasileira, desenvolveu uma cabine eco-friendly constituída apenas por elementos naturais. Em vez de convencionais resinas derivadas do petróleo, as paredes e o teto da cabine são feitos de um polímero derivado do plástico reciclado, como as garrafas PET, e também fontes renováveis, como plantas oleaginosas.

Para a iluminação, um painel solar no telhado produz a energia necessária em um LED durante a noite. Durante o dia, quem trabalha é a luz natural por meio de um sistema chamado “Solatube” e protegendo dos raios infravermelhos, uma película reveste o ambiente e garante que esteja sempre fresquinho.

O teto ainda pode ser equipado com um coletor de água pluvial, tornando possível cultivar plantas em uma espécie de “telhado verde”. Existe também a opção de outros acessórios, tais como latas de lixo feitos a partir de fibras naturais e detalhes arquitetônicos produzidos com vidro reutilizado. O estande também possui uma porta automática e rampa de acesso para cadeiras de rodas.